quarta-feira, outubro 08, 2008

eu tenho o pulso firme mas ainda posso chorar


Eu adentro seu quarto tão leviana quanto poderia ser, tenho novas imagens, tenho novas mensagens, tenho novas sujeiras pra sussurrar no seu ombro quando decidirmos brincar. Posso ser seu bichano e você meu bichinho, posso pôr novos piercings para você morder, posso pôr fantasias pra você tirar, você pode deixar o teu rosto transfigurado como alguém que já não se aguenta. Trago no corpo outros rabiscos pra você, eu sei que você sabe ler, até em outras línguas, outros lábios e tantos dedos, principalmente em braille você pode me ler. Seu gosto por saliva, suor e lágrimas combina tanto comigo, só peço um pouco de pressão, a pele pede pra se queimar; leio honra em seu peito mas posso te subjugar como você um dia pediu, lembra do acordo que fizemos? Posso ser sua vadia e você meu escravo, mas no máximo uma vez por mês, podemos até nos fazer um carinho, mas por favor, com muito cuidado - eu tenho o pulso firme mas ainda posso chorar.

2 comentários:

excavator buckets disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Lindo texto =D