segunda-feira, outubro 05, 2009

60 segundos


Os dias têm passado rápido. Talvez até rápido demais, rumo ao novo ano que nos espera. Pulamos de vez rumo ao Natal, com exatos 81 dias de antecedência. Mais um piscar de olhos, e fogos de artifício já estarão no céu. O Brasil inteiro comemora 2016. A passagem mais rápida do tempo não tem sido observada apenas por mim. Cientistas fazem teorias sobre a rotação da Terra, sobre as novas dimensões; gente afirma que o dia não tem mais 24 horas, gente diz que um minuto já não tem sessenta segundos, tem teoria que diz que, quanto mais velhos ficamos, e mais conhecido o mundo se torna, mais rápido parece que o tempo passa - pois o tempo não existe, existe é a contagem do tempo, a nossa percepção sobre ele. (Percepção: sentidos + interpretação) Nossos sentidos continuam intactos... a velocidade das coisas inexiste. Mudou nossa interpretação? Mudou minha maneira de ver as coisas? Meus minutos já não formam horas – formam dias. A agenda mudou ao longo dos anos. Minha semana deixou finalmente de ser um martírio sem fim rumo ao sábado e domingo, quando a vida realmente acontecia. Agora a vida acontece. Os dias mais belos, coloridos, amáveis, transformando a passagem das horas num escorrimento indelével do tempo rumo ao fim dos meus tempos. Cada dia a mais, um dia a menos. Metamorfose. A memória, que persiste. Ah, o tempo... finalmente um aliado.
.
.
.
(De repente se torna surpreendentemente cedo e precipitado fazer uma retrospectiva)

3 comentários:

Fernanda S. disse...

Caracas, Nana... adorei o seu texto e, mais ainda, o efeito dele. Parece que você entra no ritmo do tempo que passa correndo e escorrendo pelos dedos das mãos!

Já já estaremos na contagem regressiva nem sentindo que mais um ano simplesmente passou!

Beijos, lindona! =)

Ana disse...

genial o jogo de palavras e com palavras, adorei muito!
De fato, quanto mais velhos e experientes mais rápido o tempo passa. Estaria no fato de estarmos cada vez mais ocupados? Creio que sim... o e-mail e a internet nos deu tempo... para trabalharmos mais, rsrsrs
fazia um tempo que eu não passava aqui, gostei da volta
beijos,

raulzitos disse...

o mundo corre mais lento que nossa ansiedade. o que torna tudo relativamente mais rapido... mais volatil e turvo.

enquanto houverem mentes angustiadas,sempre haverão fast-foods e shoppings centers.

welcome ou the end?