domingo, dezembro 03, 2006

O outro lado da moeda - uma nova versão

Frequentemente, me peguei pensando em como devia ser diferente a paixão/amor quando sentida pelos homens. Imaginava que o sofrimento e a ansiedade eram intrínsecos à condição de se possuir peitos e um útero (pra não dizer outra coisa), e que os homens eram um bando de insensíveis gosmentos.
Bom, eis que me surpreendi.
Deixo que vocês verifiquem o que eu mesma pude comprovar essa semana, o que foi, claro, uma agradável surpresa.
Esperem, e verão.

Um comentário:

ferossini disse...

ui