sábado, março 28, 2009

Em vão?


Meu inconformismo não se cansa de gritar: como você pode se conformar? Como conseguiu ficar calado? Como pode escancarar sua covardia desta forma, sem lutar por nada daquilo que você um dia julgou importante? Como você pode não lutar por você mesmo?

Você se parece com tudo o que já criticou: é propaganda enganosa, que só consumidores de baixo QI ou cultura poderiam se deixar levar. Sua verdade é sua maior ofensa, seus valores são deturpados, suas rédeas são longas demais. Sua idoneidade é mentira.

Mais triste do que uma vida potencialmente digna ser vivida em vão, é observar a passividade e a omissão dos seres responsáveis (dizem!) pela própria felicidade. Mais triste ou revoltante do que ouvir suas palavras, é aceitar que você apenas assistiu passivamente, como um simples expectador, sem mover um músculo, enquanto eu saía de uma vez da sua vida.

3 comentários:

Luli disse...

Um dia uma amiga leu um texto seu era a tradução do que ela queria falar, minha vez de sentir isso por um texto seu já chegou (banal), agora vc fez outro gol!

Marcela Marson disse...

Os bostinhas de baixo QI são assim, não há o que se esperar disso aí...
gorfei!

Fiore. disse...

Nada é em vão Queridona...
BJO!!!