terça-feira, março 03, 2009

Oração ao Mestre

Mestre Ascencionado Lanto, Chohan do segundo raio

Mestre Divino, não irei murmurar. Não irei sangrar palavras que um dia se dissolverão. Aprendi a duras penas a medir os termos do meu coração, pois tudo é efêmero, tudo passa, e apenas o Amor se eterniza.

Eu agradeço a ti, Mestre, pelas respostas que pedi. Agradeço pela manifestação de tudo aquilo que eu havia questionado, pedindo que me trouxesse orientação. Agradeço pelas portas da minha visão terem se aberto tão amorosamente. Agradeço por evitar o desperdício e a doação de bens tão valiosos quanto o amor-próprio e o respeito pela humanidade. Mestre, te agradeço especialmente a proteção em também não ter violado a carne, para não decorrer no físico a frustração mental.

Divino Mestre, ajuda-me a compreender as limitações humanas, enxergando no outro o espelho de mim mesma. Ajuda-me a ter compaixão e solidariedade, não infestando de mágoas meu peito, nem deixando-me invadir por lembranças cruas de um passado doloroso. Orienta-me a distinguir o que é passado, não contaminando experiências presentes com vislumbres do que já se foi.

Dê-me sabedoria para não usar de julgamentos, evitando assim ser injusta ou tendenciosa. Que eu tenha serenidade para me perdoar e perdoar ao outro quantas vezes se fizer necessário, mantendo meu coração sempre em alegre exaltação espiritual.

Um comentário:

Luciane disse...

Amém!